24 de jan de 2013

O Carnaval há 60 anos

Nessa época, todo mundo era magro: só aparece uma gordinha em todo o filme. Todos comiam apenas arroz com feijão, batata, ovos e outros alimentos naturais…

Deem uma pausa na chegada de Getúlio Vargas e poderão observar seu guarda costas pessoal — Gregório Fortunato (de chapéu Panamá) — que veio a ser responsabilizado pelo atentado a Carlos Lacerda, desencadeando o suicídio de Getúlio, mergulhado no “Mar de Lama”, a 24 de agosto desse mesmo ano.

Vocês não verão ninguém pelado, mas o lança perfume era liberado.

Os desfiles com carros alegóricos eram apresentados pelas chamadas “Grandes Sociedades”, que eram agremiações que desfilavam na 3ª-feira. As escolas de samba ainda estavam na pré-história do carnaval. Observem a precariedade das armações, bonecos e alegorias. Não havia violência e o povão se divertia sem gastar dinheiro. O baile do Municipal e do Copacabana Palace era a rigor. Os homens pulavam de smoking e summer.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...