28 de ago de 2009

#FollowFriday (ou porque não sou nazista)

Quem usa o Twitter sabe que às sextas-feiras há o costume estranho de ficar recomendando pessoas. Digo estranho por que poucos se dão ao trabalho de dizer porque as recomendam. É o famoso #FollowFriday ou #FF.

A coisa soa mais ou menos assim:
#FollowFriday: @fulano @beltrano @sicrano

Prefiro escrever em português: #SigaSexta ou #SS. Mas não sou nazista por usar SS. É mera questão de nos libertarmos do servilismo idiomático de que padecemos. Por que dizemos “deletar” em vez de delir? “Acessar”, em vez de aceder? Bem, essa é outra história.

Efetivamente, parece importante renovar nossa lista de seguidores. Alguns, que pareciam interessantes a princípio, revelam-se chatos de gangorra, chatos de galocha, chatos de etc. Falam mal do trabalho, do dia, da semana, da segunda-feira, etc. Ou são sujos, porcalhões. Ou resolvem dar uma de emancipados, assumindo como qualidade a sem-vergonhice.

Não estou dizendo que sempre dou unfollow nesse pessoal: é claro que a gente pode dar um toque no amigo, prevenindo-o:
@chato: OFF!

Então, para facilitar o desafio de encontrar gente legal no Twitter, o #FF (ou #SS) vem a calhar. Soube de gente que transformou suas recomendações em postagens do próprio blog: isso é que é amizade!

Espero ter ajudado. Se quiser que eu o recomende, escreva para mim! E não deixe também de me recomendar (@narajr) a seus amigos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...