10 de fev de 2011

Dez impossibilamentos


I. É impossível que Deus, tão misericordioso, me condene ao inferno por eu nunca me lembrar dele.

II. É impossível falar bem da Igreja Católica.

III. É impossível ter um domingo livre para dedicar meu tempo a Deus e aos outros.

IV. É impossível aguentar os pais que tenho.

V. É impossível levar pra frente uma gravidez indesejada.

VI. É impossível ter filhos com meu salário.

VII. É impossível ser político sem roubar.

VIII. É impossível que eu, tão inteligente, pense antes de afirmar falsidades.

IX É impossível namorar sem fazer sexo.

X. É impossível arranjar-me com o que tenho.

*****

É bastante mal que a demoscopia se converta em parâmetro das decisões políticas e se esteja buscando com avidez “onde consigo mais seguidores” em vez de se perguntar “o que é o correto”.
(…)
Não deveríamos tomar como instância contra a verdade o fato de que não se viva essa moral elevada. Deveríamos procurar fazer todo o bem que possamos, e sustentarmo-nos e suportarmo-nos mutuamente.

(Bento XVI, no livro de entrevistas Luz do mundo)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...