3 de jan de 2012

Quatro razões para ser plural

O pluralismo é uma característica essencial do modo laical de os católicos estarem no mundo.

Vejamos por quê.

1) A fé não é uma filosofia nem um ideário, mas um dom. Um dom que proporciona um critério que liberta de conceder valor absoluto às próprias conquistas humanas e aos próprios raciocínios teóricos.

2) A fé liberta não do amor à verdade, mas do perigo de identificar a verdade com as próprias teorias, com o próprio itinerário pessoal.

3) A fé capacita para um desprendimento peculiar, sem o qual todo pluralismo é fictício: o desprendimento que acolhe qualquer gênero de crítica.

4) Para quem tem fé, os inconvenientes para o pluralismo são unicamente morais: falta de humildade, amor próprio, etc.

Portanto, os descrentes que acusam os católicos de não serem pluralistas (em razão de suas posturas cristãs na política) é que incorrem nessa falta, sendo “dogmáticos da modernidade” e “sacralizadores do efêmero”.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...