11 de jan de 2011

Cinco remédios para a gula virtual



O que têm em comum os seguintes conceitos?
  • temperamento — índole, jeito 
  • temperatura — nível (moral, cromático, térmico etc.) 
  • temperado — agradável, equilibrado (clima, vidro, metal) 
  • tempero — sabor, gosto 
  • têmpera — força, vigor, integridade harmônica
  • temperança — …
Pois então: pela própria raiz da palavra, entendemos que a virtude da temperança é a maravilhosa harmonia interna do homem, que associa espiritualidade e esforço físico, paixões e reflexão.

A temperança, tão comumente desprezada, senão desconhecida, não só costuma ser reduzida à mera sobriedade, como também é associada à figura do faquir. Como toda virtude, porém, é eminentemente positiva e sem ela não podemos ser felizes nesta vida e muito menos na vindoura. Além disso, a temperança é uma virtude cardeal!

Posteriormente, veremos as partes integrais, subjetivas e potenciais dessa virtude. Por enquanto, bastam alguns conselhos, que gostaria de focar na vida digital.

*****
1) Dê uma finalidade maior às tarefas que o tornam intemperante na Internet.
Estabeleça o critério e a referência necessários à moderação no uso dessa ferramenta, cujo relativo valor é muitas vezes superestimado.

2) Combata a obesidade informática.
Empunturrar-se continuamente à mesa dos e-mails, rss, sites, músicas, etc. Não basta diagnosticar, é preciso pôr remédio às imoderações. Rebele-se: seja heroico. Transforme-se: seja corajoso.

3) Prefira estar com as pessoas do que estar na rede.
Antes ainda: prefira rezar, que é estar com as Pessoas divinas. Não há rede mais ferrada do que essa: é a Internet .0.

4) Peça perdão aos outros pelos destemperos.
Desatenção por causa da Internet, grosserias, explosões, caras feias, desculpa furada de TPM, irritação com a segunda-feia, etc. Fora eventuais arrotos, remelas e chinelos indevidos.

5) Busque voluntariamente algumas grandes renúncias para conquistar o senhorio.
Jejue, por exemplo. Pode ser dos sentimentos, além de muitas outras coisas

*****
Deixe-me lhe perguntar:
De que jejum você precisa?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...