28 de set de 2009

Princesas de arromba


PRIMEIRO, eu tinha lido o livro autobiográfico da princesa italiana Alessandra Borghese. Impressiona sua sinceridade e sensibilidade, ainda mais levando em conta o ambiente por onde ela circula, nada favorável a alguém que dê uma guinada tão radical na vida (leia o livro para saber mais!).

A obra é bastante variada. Traz desde doces memórias de infância a duras cenas como o suicídio do noivo; de considerações sobre a arte até impressões acerca de sentimentos religiosos. A parte que mais me atraiu foi a da malandragem da sua amiga (Glorinha TNT) para reaproximá-la da fé durante uns dias nababescos em seu castelo.

SEGUNDO, quando souberam que eu estava lendo o livro da Borghese, me enviaram a história da Gloria, Princesa de Thurn and Taxis (a ilustre dama da foto ao lado), que tinha sido publicada na revista Vanity Fair (leia lá!).

Nunca tinha pensado que leria essa revista até esse momento, e desde então decidi nunca mais voltar a ler. Mas valeu a pena, pois a reportagem me serviu de bom complemento para o livro em questão.

A história das duas princesas — Alessandra e Gloria — é, de fato, surpreendente. A maioria de nós nem imagina que possa haver gente assim, que passe por experiências tão peculiares e que, acima de tudo, consiga refazer a própria vida com audácia, sem perder a humildade.

*****
Este vídeo é da filha da Glória TNT:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...