9 de set de 2009

Douração de madeira


Arquiteto faz de tudo um pouco.

Quando dourei umas peças, pensei: se não anotar como aprendi esse troço e fiz essa obra de arte, nunca mais vou lembrar.

Divido com vocês:

Madeira bruta:
· lixar a madeira com lixa 120;
· dar uma primeira demão (rala) de látex branco;
· lixar após a secagem com lixa 180 ou 200;
· dar uma segunda demão (rala) de látex;
· lixar novamente, após a secagem, com lixa 180 ou 200;
· passar uma primeira demão de esmalte sintético brilhante amarelo (ouro, se da Suvinil, ou similar de outra marca), para a douração, ou branco, para a prateação;
· passar, depois de seco, uma segunda demão mais encorpada, sem escorrer; pode‑se passar ainda uma terceira demão, para ficar mais uniforme.

Madeira já tratada:
· passar uma camada bem fina de verniz na superfície a ser dourada, calculando aproximadamente o tempo de secagem;
· quando estiver quase seco, fazendo um suave barulho ao esfregar dos dedos, porém sem grudar, pode‑se começar a aplicar lado a lado as folhas de ouro ou prata, devidamente recortadas conforme o caso, com o cuidado de apenas posicioná‑las (sem apertar) e evitando que grudem na mão;
· após a aplicação, passando um pedaço de feltro, comprimir as folhas para a sua total aderência, o que concomitantemente fará despregarem‑se as rebarbas;
· proteger a superfície com uma fina camada de goma laca;
· para dar o acabamento final, patinar, espalhando com o auxílio de um pano de algodão uma mistura de cera líquida (sem silicone), betume e verniz (de preferência brilhante), podendo‑se utilizar aguarrás para a diluição.

Qualquer dúvida, me escreva!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...