14 de set de 2009

Cinco razões para fazer perguntas (ou não)

Perguntas são pontes. Catapultas. Combustível.


1. Indagar demonstra respeito pela opinião alheia.
2. Perguntar convida ao diálogo.
3. Questionar revela caráter.
4. Interrogar atrai respeito para si.
5. Sindicar transforma organizações.


O que fazer quando não há perguntas e o silêncio constrange?


1. Numa conferência, não insistir, a fim de evitar que algum abnegado se solidarize e faça uma pergunta inútil ou desvinculada do tema.
2. Abrir a guarda: Fale comigo. Curto, direto e no ponto.
3. Atiçar a curiosidade: Estou trabalhando numa nova ideia.
4. Fazer pensar que a pergunta é do interlocutor: Uma pergunta que me fazem com frequência é… Você deve estar se perguntando…
5. Não perguntar, mas pedir: Descreva-me a melhor viagem que você fez.


Por que fazer perguntas?


Porque o cérebro não consegue ficar parado diante de uma interrogação.
É um mecanismo de ação, uma estrada para a assimilação das ideias, um convite à atuação.


Sou o gênio da lâmpada: faça três pedidos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...